SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34A INFÂNCIA, O BRINCAR E O JOGAR: REFLEXÕES A PARTIR DO REFERENCIAL TEÓRICO DE NORBERT ELIASFATORES ASSOCIADOS À ROTATIVIDADE DE DIRETORES NO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Educação em Revista

versão impressa ISSN 0102-4698versão On-line ISSN 1982-6621

Resumo

REIS, Egberto Pereira dos  e  ROTHEN, José Carlos. GRAMSCI, AS REVISTAS, O INTELECTUAL E A EDUCAÇÃO. Educ. rev. [online]. 2018, vol.34, e178809.  Epub 03-Maio-2018. ISSN 0102-4698.  http://dx.doi.org/10.1590/0102-4698178809.

Neste artigo, abordamos a forma como Gramsci compreendeu o importante papel dos periódicos, principalmente, as revistas como meio difusor de uma nova concepção de mundo na vida do operariado e do povo em geral. Para que os periódicos atinjam seus objetivos, é necessário que se estabeleça o princípio educativo, em que intelectuais orgânicos e subalternos da sociedade estabelecem a troca de saberes. Assim, constatamos que o intercâmbio educacional, dá-se dentro das revistas, como ocorreu com os periódicos L’Ordine Nuovo e Il Grido. Desse modo, segundo Gramsci, os periódicos foram decisivos para que o operariado de seu tempo pudesse compreender a própria realidade e os mecanismos de exploração da classe dominante. Desta forma, se estabelece a chamada guerra de posição. Em outras palavras, as batalhas que são travadas nas revistas e na sociedade civil em busca da hegemonia e, consequentemente, da reforma intelectual e moral.

Palavras-chave : Gramsci; Princípio Educativo; Guerra de Posição; Revistas.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )