SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34A QUALIDADE DA EDUCAÇÃO INFANTIL COMO OBJETO DE ANÁLISE NAS DECISÕES JUDICIAISPROFESSORES E ALUNOS NO FACEBOOK: A COLABORAÇÃO COMO FORMA DE POTENCIALIZAR A AGÊNCIA índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Educação em Revista

versão impressa ISSN 0102-4698versão On-line ISSN 1982-6621

Resumo

CREPALDE, Rodrigo dos Santos  e  AGUIAR JR, Orlando. O HÍBRIDO ENERGIA ENUNCIADO POR PROFESSORES DE FÍSICA E BIOLOGIA EM FORMAÇÃO INICIAL. Educ. rev. [online]. 2018, vol.34, e184028.  Epub 06-Ago-2018. ISSN 0102-4698.  http://dx.doi.org/10.1590/0102-4698184028.

Apoiados em Bakhtin, partimos da premissa de que, na vida social, os discursos são constituídos por diferentes vozes e por diferentes linguagens sociais e que essas vozes muitas vezes se fundem, se intercalam ou são imbricadas em enunciados híbridos. Neste trabalho, procuramos compreender o processo de construção de enunciados híbridos no desenvolvimento do conceito energia e suas implicações para o ensino e aprendizagem de ciências. Analisamos interações verbais produzidas em grupos focais conduzidos pela problematização do conceito científico e cotidiano de energia por parte de licenciandos em Física e Ciências Biológicas, bolsistas do PIBID. Nas interações produzidas, observamos a bivocalização de discursos por meio da construção de híbridos orgânicos e intencionais. A compreensão dos híbridos tem o potencial de indicar a apropriação ativa e responsiva do discurso científico, o que raramente é percebido nos processos de ensinar e aprender ciências. Por fim, a partir dos resultados da pesquisa, esboçamos algumas reflexões sobre o currículo de ciências.

Palavras-chave : Enunciados híbridos; Dialogismo; Conceitos cotidianos e científicos; Ensino de energia.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )