SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34VALIDAÇÃO DE INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO DA ALFABETIZAÇÃO CIENTÍFICA PARA EGRESSOS DO ENSINO MÉDIO NO CONTEXTO DA FÍSICA DO TRÂNSITOO PIBID E A INSERÇÃO À DOCÊNCIA: EXPERIÊNCIAS, POSSIBILIDADES E DILEMAS índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Educação em Revista

versão impressa ISSN 0102-4698versão On-line ISSN 1982-6621

Resumo

SOUZA, Edna Maria Rodrigues de  e  COUTINHO, Diógenes José Gusmão. ADOECIMENTO DAS PROFESSORAS DAS PRIMEIRAS LETRAS EM OLINDA: SINTOMAS, QUEIXAS E DIAGNÓSTICOS. Educ. rev. [online]. 2018, vol.34, e188055.  Epub 22-Out-2018. ISSN 0102-4698.  http://dx.doi.org/10.1590/0102-4698188055.

Análise das multicausalidades do fenômeno do mal-estar e adoecimento das professoras das primeiras letras sob os aspectos físicos, psicológicos e sociais. A pesquisa foi feita a partir da perspectiva dos professores, considerando as possíveis consequências. Os resultados foram obtidos por meio de pesquisa qualiquantitativa com 32 professoras em três escolas municipais de Olinda - PE, Brasil. O objetivo principal foi descobrir e relacionar as principais queixas, sintomas e diagnósticos expostos em questionários semiestruturados. Descobrimos múltiplas causas, frequentes e recorrentes, provocadoras desse fenômeno, originando-se na prática docente e produzindo mal-estar. Entre estes, identificamos insônia, distúrbios da voz e da coluna, irritabilidade, fadiga física e mental, tensão, ansiedade e depressão. Observamos que políticas públicas, voltadas a essa classe trabalhadora responsável pelo alicerce da formação do sujeito, são urgentes e imprescindíveis.

Palavras-chave : Professora; Mal-estar; adoecimento; Multicausadores.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )