SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34À SOMBRA DAS ÁRVORES... RESPIRANDO AR PURO: EDUCAÇÃO E DIVERTIMENTOS JUNTO À NATUREZA NA SÃO PAULO DOS ANOS 1920FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA DA EDUCAÇÃO FÍSICA EM PROPOSTAS CURRICULARES DA ESCOLA PÚBLICA DE SÃO PAULO: UMA ANÁLISE DAS ABORDAGENS PEDAGÓGICAS índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Educação em Revista

versão impressa ISSN 0102-4698versão On-line ISSN 1982-6621

Resumo

SALVADORI, MARIA ANGELA BORGES. EM LETRAS E RITMOS: VISÕES DE ESCOLA, EDUCAÇÃO E TRABALHO NO SAMBA BRASILEIRO (1930-1950). Educ. rev. [online]. 2018, vol.34, e200775.  Epub 22-Out-2018. ISSN 0102-4698.  http://dx.doi.org/10.1590/0102-4698200775.

Este artigo analisa o modo como questões ligadas ao analfabetismo, escola, educação e experiência foram tratadas em canções compostas por sambistas brasileiros que se autodenominavam “malandros”. Dialogando com a história social inglesa, particularmente com os trabalhos de E. P. Thompson, considera que este cancioneiro constitui fonte histórica que permite o acesso a formas de pensar e sentir dos grupos populares quanto à escola e à educação, especialmente entre os anos 1930 e 1950, período em que esses sambas alcançaram sucesso por meio do rádio. Conclui que essas composições, mesmo tematizando sujeitos ou situações singulares, foram exercícios sonoros de crítica social e educação política, com a constância de certas tópicas: denúncia das desigualdades educacionais e escolares e do preconceito contra o analfabeto, conflito entre cultura letrada e cultura popular e, por fim, uma postura anti-intelectualista que desdenhava dos saberes escolares vistos como pouco úteis diante das urgências da vida cotidiana.

Palavras-chave : História da Educação; Samba; Radiodifusão; Cultura Popular; Música Popular Brasileira.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )