SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número110ENCAIXES, DESENCAIXES E BLOQUEIOS: SOCIOLOGIA E EDUCAÇÃO NO BRASIL DA DÉCADA DE 1950PESQUISA SOCIAL EM EDUCAÇÃO E O SUCESSO EDUCACIONAL NO BRASIL índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Lua Nova: Revista de Cultura e Política

versão impressa ISSN 0102-6445versão On-line ISSN 1807-0175

Resumo

OLIVEIRA, Amurabi  e  SILVA, Camila Ferreira da. A DIVERSIDADE DE AGENTES E AGENDAS NA SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO NO BRASIL. Lua Nova [online]. 2020, n.110, pp.99-131.  Epub 18-Set-2020. ISSN 1807-0175.  https://doi.org/10.1590/0102-099131/110.

O campo da sociologia da educação (SE) é marcado por uma profunda heterogeneidade, o que se vincula também à clivagem institucional existente entre os programas de pós-graduação em Sociologia e os programas de pós-graduação em Educação no Brasil. Neste artigo buscamos examinar de forma comparativa a SE desenvolvida nesses dois diferentes espaços institucionais, tomando como fio condutor os programas que possuem linhas de pesquisa nesta área, analisando a formação dos agentes que se situam nesse campo e as diferentes agendas de pesquisa existentes. Observamos uma expressiva presença da SE nos programas de Sociologia, marcada pelo predomínio de pesquisadores consolidados, com formação disciplinar no campo da Sociologia, e com uma agenda direcionada majoritariamente para o ensino superior. Nos programas de Educação, ainda que haja proporcionalmente menos linhas de pesquisa dedicadas à SE, o número de pesquisadores dedicados ao tema é maior, havendo uma renovação mais intensa do corpus e uma agenda de pesquisa mais voltada para a educação básica.

Palavras-chave : Sociologia da Educação; Campo Acadêmico; Pesquisa em Educação.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )