SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 issue4Platelet-rich plasma in rabbits: introduction of one experimental animal modelBinge eating before and after bariatric surgery author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

  • On index processCited by Google
  • Have no similar articlesSimilars in SciELO
  • On index processSimilars in Google

Share


ABCD. Arquivos Brasileiros de Cirurgia Digestiva (São Paulo)

Print version ISSN 0102-6720

Abstract

SILVA, Paulo Henrique Freitas Farias et al. CD34 e caspase-3: comparação, correlação de expressão e quantificação imunoistoquímica no adenocarcinoma gástrico. ABCD, arq. bras. cir. dig. [online]. 2008, vol.21, n.4, pp.180-184. ISSN 0102-6720.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-67202008000400006.

RACIONAL: O câncer gástrico continua a desafiar a medicina moderna a compreender o seu comportamento biológico e a melhorar seus índices de cura cirúrgica e taxa de sobrevivência. OBJETIVO: Comparar e correlacionar a expressão e a quantificação dos marcadores caspase-3 e CD34 no adenocarcinoma gástrico com fatores clínico-patológicos e com os tumores gástricos proximais e distais. MÉTODO: Foi utilizada análise imunoistoquímica quantitativa com os anticorpos anti-caspase-3 policlonal de coelho e CD43 monoclonal de rato, para marcar células do adenocarcinoma gástrico em 26 casos com CD34 e 22 com caspase-3 oriundos de blocos parafinados. As lâminas foram lidas para os parâmetros índice de marcagem em porcentagem, e densidade óptica em pixels. A leitura foi realizada pelo sistema SAMBA de citofotometria de imagem. RESULTADOS: As análises mostraram que a expressão dos marcadores caspase-3 e CD34 são elevadas, onde a média e o desvio-padrão para o índice de marcagem foram, respectivamente 87,72% ± 7,89 e 84,86% ± 9,17 e, para a densidade óptica, foram 60,75 ± 7,46 e 49,84 ± 8.48. Quando compararam-se os marcadores com a densidade óptica encontrou-se diferenças significativas entre a densidade óptica de caspase-3 (60,94) e a do CD34 (50,27) com P<0.001. A correlação entre os marcadores foi positiva para a densidade óptica de CD34 versus o índice de marcagem de CD34 com P=0.006, r=0,520 e para densidade óptica de caspase-3 versus índice de marcagem de caspase-3, com P=0.015, r=0.512. Não encontrou-se correlação dos marcadores quando compararam-se os índices de marcagem e as densidades ópticas com a curvatura gástrica, diferenciação tumoral, classificação de Borrmann, padrão tumoral ou invasão linfática. Os parâmetros clínicos sexo e idade também não se correlacionaram com os marcadores. A correlação com o local do tumor mostrou diferença entre os tumores de localização distal e proximal, onde a média da densidade de CD34 nos distais (52,44 ± 7,72) é maior do que a dos proximais (45,67 ± 6,06) com P=0.023. CONCLUSÃO: As expressões dos índices de caspase-3 e CD34 são elevados para o adenocarcinoma gástrico A comparação da densidade óptica de caspase-3 é maior do que a do CD34. Há correlação linear positiva entre a densidade óptica e o índice de marcagem tanto para CD34 quanto para caspase-3. Não há correlação da expressão e quantificação entre os marcadores caspase-3 e CD34 e os fatores clínico-patológicos estudados. A densidade óptica de CD34 no adenocarcinoma gástrico distal é maior do que a densidade óptica no proximal sugerindo que apresentam diferenças biológicas relacionadas com a localização do tumor.

Keywords : CD34; Caspase-3; Citofotometria.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License