SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 issue4Evaluation of patients with schistosomal portal hypertension treated in a tertiary hospitalQuality of life in patients with abdominal hernia and cirrhosis author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


ABCD. Arquivos Brasileiros de Cirurgia Digestiva (São Paulo)

Print version ISSN 0102-6720

Abstract

OLIVEIRA, Mateus Martinelli de et al. Protocolo eletrônico de coleta de dados clínicos da microcirurgia endoscópica transanal (TEM): desenvolvimento e aplicação. ABCD, arq. bras. cir. dig. [online]. 2009, vol.22, n.4, pp.216-221. ISSN 0102-6720.  https://doi.org/10.1590/S0102-67202009000400007.

INTRODUÇÃO: A coleta de dados na forma prospectiva melhora a assistência ao paciente e o acesso à informação. Os registros feitos em prontuários de papel geralmente não trazem informação satisfatória, pois os dados acabam sendo perdidos ou não coletados adequadamente. A informática na saúde possibilita o melhor uso da informação, servindo, inclusive, como suporte para pesquisas científicas. OBJETIVOS: 1 - Criar, informatizar e armazenar uma base de dados clínicos da Microcirurgia Endoscópica Transanal (TEM), incorporando-a ao SINPE© e realizando coleta de dados; 2 - apresentar estudo descritivo dos resultados da coleta de dados realizada em 59 pacientes submetidos a TEM. MÉTODOS: Primeiro foi realizada a criação da base teórica de dados da TEM, que foi a seguir informatizada e incorporando-a ao SINPE© e realizou-se a coleta de dados. Segundo, efetuou-se estudo descritivo com interpretação das informações obtidas através de estatísticas e gráficos pelo módulo SINPE©Analisador. RESULTADOS: A utilização do software possibilitou a criação do protocolo da TEM. Os dados armazenados pela coleta de 59 pacientes submetidos ao procedimento cirúrgico foram resgatados e analisados pelo módulo SINPE Analisador©, gerando gráficos e estudos descritivos automaticamente. Verificou-se que 74,55% (41) dos pacientes apresentavam, antes do procedimento operatório, o diagnóstico de adenoma. No estadiamento pré-operatório realizado por ultrassonografia transrretal, notou-se que a maioria dos tumores apresentaram estadiamento pré-operatório de adenoma (uT0). Em relação ao acometimento linfonodal dois foram avaliados no ultrassom como comprometidos. Quanto à profundidade de ressecção da parede retal verificou-se que mais de 60% dos pacientes submetidos à TEM realizaram ressecção em bloco de toda a parede retal, ou seja, até a gordura perirretal. Verificou-se, que o número total de pacientes portadores de adenocarcinoma foi maior no estudo histopatológico da peça cirúrgica que na biópsia pré-operatória. Os resultados do estadiamento histopatológico da peça cirúrgica apresentou diferenças entre o estadiamento pré-operatório e pós-operatório. A presença de carcinoma incidental em pacientes que possuíam diagnóstico pré-operatório de adenoma, foi de 13 (31,7%). Realizou-se avaliação dos pacientes portadores de adenocarcinoma que foram submetidos à ressecção em bloco da parede retal, ou seja, até a gordura perirretal. Foram diagnosticados, no exame histológico pós-operatório, 22 pacientes (37,28% dos pacientes submetidos à TEM) portadores de adenocarcinoma. Destes 19 foram submetidos à ressecção até a gordura perirretal (86,36% dos pacientes portadores de adenocarcinoma). O estadiamento realizado pela ultrassonografia transrretal demonstrou 24 tumores uT0. No exame histopatológico das peças cirúrgicas, observou-se que 11 apresentavam adenoma, nove carcinoma in situ, ou seja, dos 24 tumores estadiados em uT0, 20 apresentaram estadiamento pós-operatório compatível o exame pré-operatório (83,33%). CONCLUSÕES: O software SINPE© representou ferramenta adequada à pesquisa clínica e contribuiu com o levantamento preciso e fácil dos dados coletados em pesquisa prospectiva.

Keywords : Protocolo eletrônico; Neoplasia de reto.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License