SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 suppl.1Comparação dos níveis plasmáticos de grelina nos períodos pré e pós-operatório em pacientes submetidos à plicatura gástrica associada à fundoplicaturaIndução de obesidade com sacarose em ratos índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


ABCD. Arquivos Brasileiros de Cirurgia Digestiva (São Paulo)

versão impressa ISSN 0102-6720

Resumo

STOL, Aluísio; DADAN, Danieli D; GUGELMIN, Giovana  e  ROPELATO, Renato V. Seguimento tardio em pacientes com banda gástrica. ABCD, arq. bras. cir. dig. [online]. 2013, vol.26, suppl.1, pp.13-16. ISSN 0102-6720.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-67202013000600004.

RACIONAL: A banda gástrica ajustável por via laparoscópica é técnica segura, potencialmente reversível e alternativa eficaz ao by-pass gástrico em Y-de-Roux. Porém, ela tem taxa elevada de reoperação e perda de peso insatisfatória. OBJETIVO: Apresentar uma série de casos com o uso da banda gástrica em seguimento de longo prazo analisando o índice de retirada, suas causas e as conversões cirúrgicas efetuadas. MÉTODOS: Estudo retrospectivo baseado na análise de 19 pacientes submetidos ao procedimento no período de novembro de 1999 a novembro de 2002, e revisados com seguimento clínico tardio até fevereiro de 2011. Os pacientes foram analisados nos seguintes aspectos: sexo, idade, peso pré-operatório, IMC pré-operatório, tempo de seguimento, motivos de retirada da banda gástrica, necessidade de conversão para outra modalidade cirúrgica e índice de falha do método cirúrgico. RESULTADOS: Dezenove pacientes foram submetidos ao procedimento, sendo quatro mulheres e 15 homens. O IMC médio pré-operatório foi de 41,95 kg/m2 (36-54). A banda foi retirada em 13 pacientes (68,42%), dos quais sete por erosão, quatro por perda de peso insatisfatório e dois por refluxo gastroesofágico. O bypass gástrico foi realizado em dez pacientes e operação de Scopinaro em um. Duas pacientes ainda não tinham sido reoperadas e quatro perderam o seguimento. CONCLUSÃO: A banda gástrica é técnica insatisfatória a longo prazo, com alto índice de retirada por migração ou por perda de peso insatisfatória.

Palavras-chave : Falha de tratamento; Reoperação; Obesidade.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf epdf ) | Inglês ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons