SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 número1Combined liver-kidney transplantation: experience at a brazilian university hospitalHigh definition endoscopy and "narrow band imaging" in the diagnosis of gastroesophageal reflux disease índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


ABCD. Arquivos Brasileiros de Cirurgia Digestiva (São Paulo)

versión impresa ISSN 0102-6720

Resumen

NACIF, Lucas Souto et al. Hipóxia entre os pacientes na lista de espera para transplante de fígado. ABCD, arq. bras. cir. dig. [online]. 2014, vol.27, n.1, pp.56-58. ISSN 0102-6720.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-67202014000100014.

Racional:

A síndrome hepatopulmonar é formada por tríade clínica com doença do fígado, dilatação vascular intrapulmonar e alterações nos gases sanguíneos. Esta condição está presente em 4-32% dos pacientes com cirrose.

Objetivo

: Analisar as alterações gasométricas nos pacientes em lista de espera de transplante de fígado.

Método:

Foram estudados dados clínicos de 279 pacientes na lista de espera para transplante hepático em maio de 2013. Foram analisados aspectos demográficos, gasometria arterial e achados de imagem que determinam a doença pulmonar (hipoxemia) nestes pacientes cirróticos. Os valores médios e desvios-padrão foram utilizados para examinar as variáveis ​​normalmente distribuídas.

Resultados:

Houve alta prevalência de homens (68%); a idade média foi de 51 (±5,89) anos; e a razão predominante para listar para o transplante foi cirrose pelo vírus C. O MELD médio foi de 16±5,89, sem priorização ou situação especial. O tipo de sangue mais comum foi O, 129 casos (46%) e a média do índice de massa corporal foi 25,94±4,58. Com relação aos exames de gasometria arterial, observou-se 214 pacientes com PaO2 <90 mmHg, 80 com PaO2 <80 mmHg e 39 com PaO2 <50 mmHg, e em relação à saturação de O2, 50 pacientes <90%, 33 pacientes <80% e 10 pacientes <50%.

Conclusão:

Observou-se alta taxa de hipoxemia nos pacientes em lista de transplante de fígado; devido à elevada gravidade e morbidade, sugere-se melhor seguimento e suporte terapêutico aos doentes hipoxêmicos na lista de espera para o transplante de fígado.

Palabras clave : Transplante de fígado; Hipoxemia; Lista de espera para transplante de fígado; Síndrome hepatopulmonar.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés | Portugués     · Inglés ( pdf ) | Portugués ( pdf )