SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 suppl.1C-REACTIVE PROTEIN IN DIABETIC PATIENTS BEFORE GASTRIC BYPASS AS A POSSIBLE MARKER FOR POSTOPERATIVE COMPLICATIONEXTERNAL VALIDATION OF THE DIAREM SCORE AS REMISSION PREDICTOR OF DIABETES MELLITUS TYPE 2 IN OBESE PATIENTS UNDERGOING ROUX-EN-Y GASTRIC BYPASS author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


ABCD. Arquivos Brasileiros de Cirurgia Digestiva (São Paulo)

Print version ISSN 0102-6720On-line version ISSN 2317-6326

Abstract

PAJECKI, Denis et al. CIRURGIA BARIÁTRICA EM IDOSOS: RESULTADOS DE SEGUIMENTO DE CINCO ANOS. ABCD, arq. bras. cir. dig. [online]. 2015, vol.28, suppl.1, pp.15-18. ISSN 2317-6326.  https://doi.org/10.1590/S0102-6720201500S100006.

Racional

: O tratamento cirúrgico da obesidade em idosos, em particular nos indivíduos com mais de 65 anos, permanece controverso; seja pelo risco cirúrgico aumentado ou pela ausência de dados que demonstrem seu benefício em longo prazo.

Objetivo

: Avaliar os resultados do tratamento cirúrgico em pacientes com mais de 60 anos, seguidos por um período médio de cinco anos.

Método

: Estudo retrospectivo que avaliou 46 pacientes com 60 anos ou mais, submetidos ao bypass gástrico convencional (laparotomia). A idade média foi de 64 anos (60-71), IMC médio de 49,6 kg/m2 (38-66), tempo médio de seguimento de 5,9 anos. Pacientes eram hipertensos eram 91%, diabéticos 56% e 39% tinham dislipidemia.

Resultados

: A incidência de complicações (maiores e menores) nos com menos de 65 anos foi de 26% e com mais de 65 anos de 37% (p=0,002). Não houve óbitos no grupo com menos de 65 anos e houve dois óbitos (12,5%) no com mais de 65. A perda média de excesso de peso nos pacientes com mais ou menos de 65 anos foi de 72% x 68% (p=0,56). Houve controle total do diabete melito em 77% dos pacientes e parcial em 23%, sem diferença entre os grupos com mais ou menos de 65 anos. Houve melhora da hipertensão arterial em 56% dos pacientes também sem diferença entre os grupos. Os níveis médios de LDL não variaram entre o pré e pós-operatório (106 mg/dl para 102 mg/dl), houve aumento do HDL (56 mg/dl para 68 mg/dl) e redução do triglicérides (136 mg/dl para 109 mg/dl). Não houve diferença estatística na variação das frações de colesterol e triglicerídeos entre os grupos. Dois pacientes do grupo com menos de 65 anos morreram no seguimento tardio por tumor cerebral e pneumonia, três e cinco anos após a cirurgia bariátrica, respectivamente.

Conclusões

: A morbimortalidade cirúrgica nos pacientes com mais de 65 anos foi maior. Mas, os acima de 65 tiveram os mesmos benefícios observados nos com menos de 65 anos, em relação à perda de peso e controle de comorbidades.

Keywords : Cirurgia bariátrica/tendências; Idosos.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )