SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 issue4INFLUENCE OF TOBACCO, ALCOHOL AND DIABETES ON THE COLLAGEN OF CREMASTER MUSCLE IN PATIENTS WITH INGUINAL HERNIAS author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


ABCD. Arquivos Brasileiros de Cirurgia Digestiva (São Paulo)

Print version ISSN 0102-6720On-line version ISSN 2317-6326

Abstract

TUSTUMI, Francisco et al. AVALIAÇÃO DA DISSEMINAÇÃO LINFONODAL, METÁSTASES À DISTÂNCIA E INVASÃO LOCAL DO CARCINOMA ESOFÁGICO. ABCD, arq. bras. cir. dig. [online]. 2016, vol.29, n.4, pp.215-217. ISSN 0102-6720.  http://dx.doi.org/10.1590/0102-6720201600040001.

Racional:

Conhecer o comportamento das neoplasias esofágicas em relação à disseminação linfonodal, distribuição de metástases e invasão local do tumor, pode auxiliar o manejo dos pacientes.

Objetivo:

Descrever o envolvimento linfonodal, disseminação metastática e invasão local dos carcinomas esofágicos, de acordo com a topografia e o tipo histológico do tumor.

Método:

Pacientes com diagnóstico de carcinoma espinocelular de esôfago (n=444) e adenocarcinoma de esôfago (n=105) foram retrospectivamente analisados. Foram divididos em quatro grupos: adenocarcinoma e carcinoma espinocelular do segmento cervical, médio e distal. Tais grupos foram comparados baseando-se em tomografias computadorizadas realizadas no momento do diagnóstico.

Resultados:

Disseminação linfonodal mostrou grande associação com topografia do tumor. Linfonodos do ligamento hepatogástrico, perigástricos e peripancreáticos foram acometidos principalmente por tumores de esôfago distal; linfonodos periaórticos, interaortocavais, portocavais no carcinoma espinocelular de esôfago distal; e linfonodos subcarinais, paratraqueais, subaórticos nos tumores de esôfago médio. Cadeias cervicais foram acometidas por espinocelulares cervicais. Adenocarcinoma teve maior frequência de acometimento peritoneal (11,8%) e hepático (24,5%) do que carcinoma espinocelular. Considerando invasão tumoral local, quanto mais cranial a neoplasia, mais comum a invasão do espinocelular em vias aéreas, chegando à incidência de 64,7% nos tumores cervicais. Tumores de esôfago médio invadem mais frequentemente aorta (27,6%) e tumores de esôfago distal, o pericárdio e átrio direito (10,4%).

Conclusões:

Adenocarcinoma e carcinoma espinocelular de esôfago em diferentes topografias apresentam peculiaridades na disseminação linfática, metástases à distância e invasão local do tumor. Tais diferenças devem ser consideradas no manejo do paciente com carcinoma esofágico.

Keywords : Adenocarcinoma; Carcinoma espinocelular; Metástase linfática; Metástase neoplásica..

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )