SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 issue4BARIATRIC SURGERY IN BRAZILIAN PUBLIC HEALTH SYSTEM: THE GOOD, THE BAD AND THE UGLY, OR A LONG WAY TO GO. YELLOW SIGN!EFFECT OF CHRONIC RENAL DYSFUNCTION ON THE PERMEABILITY OF THE COLON TO WATER AND ELECTROLYTES: EXPERIMENTAL STUDY IN RATS author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


ABCD. Arquivos Brasileiros de Cirurgia Digestiva (São Paulo)

Print version ISSN 0102-6720On-line version ISSN 2317-6326

Abstract

COSTA, Débora Azeredo Pacheco Dias et al. ANÁLISE COMPARATIVA ENTRE COLANGIOPANCREATORESSONÂNCIA MAGNÉTICA (CPRM) E PUNÇÃO ECOGUIADA COM AGULHA FINA (EPAAF) PARA DIAGNÓSTICO E SEGUIMENTO DAS NEOPLASIAS INTRADUCTAIS MUCINOSAS PAPILÍFERAS PANCREÁTICAS. ABCD, arq. bras. cir. dig. [online]. 2019, vol.32, n.4, e1471.  Epub Dec 20, 2019. ISSN 2317-6326.  http://dx.doi.org/10.1590/0102-672020190001e1471.

Racional:

A neoplasia intraductal mucinosa papilífera (NIMP) está sendo diagnosticada com maior frequência. O método mais utilizado para diagnóstico é a tomografia computadorizada. No entretanto, a colangiopancreatoressonância (CPRM) proporciona melhor caracterização tipo e extensão. A ecoendoscopia com punção por agulha fina (EPAAF), por sua vez, permite o diagnóstico histológico.

Objetivo:

Comparar resultados da CPRM e EPAAF com os achados cirúrgicos e patológicos para o diagnóstico e classificação da NIMP.

Método:

Foram estudados trinta e seis pacientes submetidos à ressecção cirúrgica por suspeita de NIMP que foram submetidos à CPRM e EPAAF pré-operatórias. Imagens obtidas por ambos os métodos foram analisadas utilizando-se padronização contendo o tipo e a classificação da lesão e os achados foram comparados, tendo como referência a análise patológica do espécime cirúrgico para definir-se qual o melhor método na caracterização do NIMP.

Resultados:

Vinte e nove revelaram neoplasia não-invasiva e quatro invasiva. A CPRM e a EPAAF fizeram o diagnóstico e classificaram corretamente (tipo de NIMP) em 62,5% e 83,3% (p=0,811), a localização do segmento pancreático acometido em 69% e 92% (p=0,638) e a identificação da presença de nódulos e/ou vegetações em 45% e 90 % (p=0,5). Quanto ao diagnóstico histológico pela EPAAF a sensibilidade foi 83,3%; especificidade 100%; VPP 100%; VPN 33,3%; e acurácia 91,7%.

Conclusões:

Os métodos diagnósticos não apresentaram diferença estatística. No entanto, a EPAAF mostrou resultados absolutos melhores do que a CPRM na identificação de nódulo e/ou vegetação intracístico.

Keywords : Diagnóstico; Colangiopancreatografia por ressonância magnética; Aspiração por agulha fina guiada por ultrassom endoscópico.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )