SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 número36Enabling constraints: fontes institucionais de Coerência nas políticas públicas no pós-socialismoJornada de trabalho: uma regulamentação em múltipla escolha índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Ciências Sociais

versão impressa ISSN 0102-6909versão On-line ISSN 1806-9053

Resumo

RODRIGUES, Leôncio Martins. O DECLÍNIO DAS TAXAS DE SINDICALIZAÇÃO: A DÉCADA DE 80. Rev. bras. Ci. Soc. [online]. 1998, vol.13, n.36, pp.-. ISSN 0102-6909.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-69091998000100003.

O artigo faz parte de um estudo mais amplo sobre a situação do sindicalismo nos países da OCED. O objeto principal é o processo de "dessindicalização", considerado o sintoma mais visível da crise do sindicalismo. O estudo limita-se a descrever a evolução das taxas de sindicalização, comparando a situação existente nos países assinalados. De modo geral, a década de 70 foi bastante positiva para a maior parte dos movimentos sindicais. Já na década seguinte, começou a haver declínio da proporção e do número de trabalhadores sindicalizados na maioria dos países. De modo geral, três situações sindicais foram distinguidas: (a) países de sindicalismo forte, com taxas de sindicalização nacional acima de 50%, onde as perdas sindicais na década de 80 foram relativamente pequenas ou inexistentes, como os países nórdicos; (b) países de média sindicalização (mais de 30% e menos de 50% de trabalhadores sindicalizados), como a Grã-Bretanha, a Itália e a Alemanha, onde as perdas foram relativamente grandes, mas onde os sindicatos conservam certa força; (c) países de baixa sindicalização (menos de 30%), como o Japão, Estados Unidos, França, Holanda etc. O sindicalismo dos EUA e da França estão entre os mais atingidos, tendo a dessindicalização se iniciado há mais tempo. Em todos os países, os sindicatos de trabalhadores do setor privado foram mais atingidos que o sindicalismo do setor público.

Palavras-chave : Sindicalismo; Taxas de sindicalização; Dessindicalização; Crise do sindicalismo; sindicalização em países OCED.

        · resumo em Inglês | Francês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons