SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 número63Risco e contingênciaA eficácia simbólica da memória e seus limites índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Ciências Sociais

versão impressa ISSN 0102-6909versão On-line ISSN 1806-9053

Resumo

MENEZES, Paulo. Les Maîtres Fous, de Jean Rouch: questões epistemológicas da relação entre cinema documental e produção de conhecimento. Rev. bras. Ci. Soc. [online]. 2007, vol.22, n.63, pp.81-91. ISSN 0102-6909.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-69092007000100007.

Este texto analisa um filme ícone do cinema documental, Les maîtres fous, de Jean Rouch, a partir do questionamento teórico discutido por Foucault em O que é um autor, e tendo como referência a tipologia de análise de filmes documentários proposta por Bill Nichols. Busca-se compreender o filme primordialmente como um discurso sobre o mundo e não como um filme de Jean Rouch. Isto força ao estudioso um desvio epistemológico, que consiste em não mais analisá-lo por suas informações evidentes, a "descrição" de um ritual, mas pela busca dos conceitos fundantes da narrativa fílmica, unidade dialética de forma e conteúdo. Proponho uma leitura em que o filme emerge como o derradeiro de uma tradição conservadora, cujas repercussões são decisivas para uma ruptura epistemológica e fílmica, essencial para os desdobramentos que a rica e significativa obra de Rouch desvelou posteriormente.

Palavras-chave : Cinema documental; Filme etnográfico; Epistemologia da imagem; Colonização; Civilização.

        · resumo em Inglês | Francês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons