SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 número80As paisagens fantásticas numa cidade amazônica sob o olhar dos taxistasPolítica externa democrática: oxímoro, quimera ou tendência? índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Ciências Sociais

versão impressa ISSN 0102-6909

Resumo

DINIZ, Simone. O senado federal e a deliberação de atos internacionais no presidencialismo brasileiro. Rev. bras. Ci. Soc. [online]. 2012, vol.27, n.80, pp.169-184. ISSN 0102-6909.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-69092012000300010.

O artigo analisa a ação dos senadores brasileiros na deliberação dos atos internacionais negociados pelo poder Executivo. Um ponto central defendido é que os parlamentares são atores interessados em discutir e analisar questões de política externa. Os preceitos constitucionais impõem limites significativos à ação congressual ao impedir a apresentação de emendas aos atos internacionais ou impossibilitar o controle ex ante, razão pela qual se faz necessária uma busca por outros mecanismos de aferição da atuação parlamentar. Há ocorrências de outras formas de participação dos parlamentares no processo deliberativo, assim como situações de acirrada divergência quanto ao conteúdo substantivo de certos atos internacionais. Parlamentares desinteressados não desperdiçariam tempo e energia debatendo questões que não lhes interessam.

Palavras-chave : Atos internacionais; Senado Federal; Política externa; Processo decisório.

        · resumo em Inglês | Francês     · texto em Português     · Português ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons