SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 número82A nação como relato: a estrutura narrativa da imaginação nacionalLinhas retas ou labirintos?: A tradução da sociologia da modernização nos textos de Florestan Fernandes e de Gino Germani (1960-1970) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Ciências Sociais

versão impressa ISSN 0102-6909

Resumo

FELDMAN, Luiz. Um clássico por amadurecimento: Raízes do Brasil. Rev. bras. Ci. Soc. [online]. 2013, vol.28, n.82, pp.119-140. ISSN 0102-6909.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-69092013000200008.

Este artigo analisa as transformações do texto original de Raízes do Brasil, publicado em 1936, na segunda e terceira edições, respectivamente de 1948 e 1956. As alterações realizadas por Sergio Buarque de Holanda foram de três ordens: inversão da avaliação positiva do legado ibérico na formação brasileira; substituição da solução política personalista para os desafios da nascente ordem urbana por uma solução democrática; e a revisão do diagnóstico sobre a transposição bem-sucedida do que denomina "cultura europeia" para o Brasil. Com isso, a narrativa do livro afastou-se de uma pragmática resignação com a cordialidade e aproximou-se ceticamente a uma promessa de civilidade. Conclui-se que, a julgar pelo critério da defesa da democracia, Raízes do Brasil só pode ser dito um clássico após esse movimento.

Palavras-chave : Sergio Buarque de Holanda; Raízes do Brasil; Cordialidade; Civilidade; Democracia.

        · resumo em Inglês | Francês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons