SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.28 número82Linhas retas ou labirintos?: A tradução da sociologia da modernização nos textos de Florestan Fernandes e de Gino Germani (1960-1970)Decisões entre pesquisas quali e quanti sob a perspectiva de mecanismos causais índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Ciências Sociais

versão impressa ISSN 0102-6909

Resumo

RODRIGUES, Léo Peixoto. Da fisiologia à sociologia?: Elementos para uma revisão da história teórica da sociologia sistêmica. Rev. bras. Ci. Soc. [online]. 2013, vol.28, n.82, pp.165-178. ISSN 0102-6909.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-69092013000200010.

O objetivo central deste artigo é o de rever algumas questões referentes à história da ciência (em particular da sociologia e da fisiologia), no que se refere ao conceito de sistema desenvolvido nas primeiras décadas do século XX tanto por Vilfredo Pareto (1916/1917) na sociologia, como pelos fisiólogos Lawrence Joseph Henderson e Walter Bradford Cannon, ambos da Universidade de Harvard. Defendemos que a sociologia sistêmica de Pareto não realizou analogias oriundas de outras ciências, como tem sido apontado; também que J. Henderson identificou no sistema social, proposto por Pareto, a mesma fundamentação epistemológica dos sistemas complexos. Além disso, a noção de sistema desenvolvida por Pareto é profundamente semelhante à noção de homeostase proposta por Cannon em 1932.

Palavras-chave : Vilfredo Pareto; História sociológica; Teoria sistêmica; Teoria social; Epistemologia sistêmica.

        · resumo em Inglês | Francês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons