SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30 número87A classificação disciplinar no mercado dos enunciados ambientaisMídia e políticas públicas: possíveis campos exploratórios índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Ciências Sociais

versão impressa ISSN 0102-6909

Resumo

RODRIGUES, Guilherme Alberto  e  FUKS, Mario. Grupos sociais e preferência política: o voto evangélico no Brasil. Rev. bras. Ci. Soc. [online]. 2015, vol.30, n.87, pp.115-128. ISSN 0102-6909.  http://dx.doi.org/10.17666/3087115-128/2015.

O objetivo deste artigo é identificar os fatores responsáveis pela influência política dos grupos evangélicos sobre os fiéis e compreender como o pertencimento religioso direciona a escolha eleitoral. A abordagem sociológica do voto forneceu o arcabouço teórico para o estudo, sobretudo a partir da ideia de que os grupos sociais difundem informações e conformam as atitudes políticas dos indivíduos. Em diálogo com a literatura brasileira sobre o voto evangélico, foram analisadas três dimensões: (1) o nível de integração do indivíduo ao grupo religioso; (2) o modelo de organização das igrejas; e (3) o papel das lideranças religiosas. Os dados da pesquisa “Novo nascimento”, realizada com uma amostra da população evangélica de oito cidades da Região Metropolitana do Rio de Janeiro, durante as eleições nacionais de 1994, forneceram as evidências empíricas para o estudo. Os resultados indicam que a exposição reiterada a atividades religiosas de cunho carismático e o hábito de frequentar a igreja são os fatores mais relevantes do voto evangélico.

Palavras-chave : Voto evangélico; Grupos sociais; Preferência política.

        · resumo em Inglês | Francês     · texto em Português     · Português ( pdf )