SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.31 número91A SOCIOLOGIA E OS SOCIÓLOGOS DA EDUCAÇÃO NO BRASILUMA ETNOGRAFIA DA EXPANSÃO DO MUNDO DO CRIME NO RIO DE JANEIRO índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Ciências Sociais

versão impressa ISSN 0102-6909versão On-line ISSN 1806-9053

Resumo

PATERNIANI, Stella Zagatto. DA BRANQUIDADE DO ESTADO NA OCUPAÇÃO DA CIDADE. Rev. bras. Ci. Soc. [online]. 2016, vol.31, n.91, e319109.  Epub 04-Jul-2016. ISSN 0102-6909.  http://dx.doi.org/10.17666/319109/2016.

O artigo busca argumentar como a branquidade do Estado operou e opera na ocupação da cidade de São Paulo, a partir de experiências etnográficas com movimentos de luta por moradia. Por branquidade do Estado entendo os vínculos entre os diferentes tipos de racismo presentes em algumas práticas e concepções estatais, especialmente no que diz respeito à política urbana e à repressão policial. A branquidade do Estado, enquanto modo de funcionamento, vincula-se à heteroclassificação racial realizada pelo próprio Estado, atrelada à propagação do não reconhecimento das relações sociais como racializadas. Não obstante, a branquidade do Estado é constantemente desafiada e confrontada por pessoas e grupos não brancos e seus modos de ocupar as cidades, como o footing, as ocupações de prédios e os rolezinhos.

Palavras-chave : Branquidade; Racismo; Relações raciais; Antropologia urbana; Antropologia da política.

        · resumo em Inglês | Francês     · texto em Português     · Português ( pdf )