SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.31 número92DEMOCRACIA COMO SIGNIFICANTE VAZIO: Promoção democrática na política externa dos Estados Unidos (2001-2008) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Ciências Sociais

versão On-line ISSN 1806-9053

Resumo

BACHUR, João Paulo. ASSIMETRIAS DA ANTROPOLOGIA SIMÉTRICA DE BRUNO LATOUR. Rev. bras. Ci. Soc. [online]. 2016, vol.31, n.92, e319209.  Epub 03-Nov-2016. ISSN 1806-9053.  http://dx.doi.org/10.17666/319209/2016.

Bruno Latour oferece uma das mais interessantes críticas à modernidade ocidental. Seu postulado básico é considerar equanimemente humanos e não humanos, tratando de maneira rigorosamente simétrica o social, a natureza e o discurso. O artigo avalia em que medida a simetria é preservada à luz de quatro pontos críticos: a rede de atores é na verdade uma ferramenta discursiva, na qual o peso de humanos e não humanos é atribuído pelo observador em sua narrativa; ao lidar com a relação entre signos e coisas, o conceito de black-boxing acaba por impor um viés tecnicista na compreensão do discurso; o pluralismo ontológico dos modos de existência não supera, em última instância, a pressuposição de uma teoria da diferenciação social latente, nos moldes clássicos da sociologia; e, por fim, enquanto a técnica, a ciência e o direito são desmistificados pela antropologia dos modernos, a política preserva um status idealizado, distante das práticas políticas reais e rotineiras.

Palavras-chave : Bruno Latour; Teoria do ator-rede; Antropologia simétrica Teoria do discurso.

        · resumo em Inglês | Francês     · texto em Português     · Português ( pdf )