SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 número93AS TRÍADES E AS SOCIEDADES SECRETAS NA CHINA: ENTRE O MITO E A DESMISTIFICAÇÃOCONEXÕES E RUPTURAS URBANAS: PROJETOS, POPULAÇÕES E TERRITÓRIOS EM DISPUTA índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Ciências Sociais

versão On-line ISSN 1806-9053

Resumo

LACERDA, Fabio. EVANGÉLICOS, PENTECOSTAIS E REPRESENTAÇÃO POLÍTICA NAS ELEIÇÕES LEGISLATIVAS NO BRASIL (1998-2010). Rev. bras. Ci. Soc. [online]. 2017, vol.32, n.93, e329310.  Epub 20-Fev-2017. ISSN 1806-9053.  http://dx.doi.org/10.17666/329310/2017.

Qual é o desempenho dos candidatos evangélicos nas eleições para o legislativo no Brasil? Seriam as candidaturas pentecostais responsáveis pela representação política dos evangélicos? Teriam as igrejas pentecostais um alto grau de sucesso eleitoral? A influência de evangélicos na política brasileira vem ganhando crescente destaque na mídia e na academia. Ela é consequência da rápida expansão do pentecostalismo no Brasil. A literatura prévia assumiu que candidatos pentecostais controlariam seus fiéis como um “rebanho eleitoral”. A partir de uma discussão conceitual sobre o candidato evangélico e sua relação com a igreja e de um novo banco de dados de candidaturas evangélicas, apresento evidências de que a proporção de candidaturas evangélicas se manteve estável na última década; os políticos pentecostais representam a grande maioria dos políticos evangélicos nos legislativos brasileiros; mas, a despeito disso, o sucesso eleitoral das igrejas pentecostais não é forte como se assevera.

Palavras-chave : Evangélicos; Pentecostais; Candidatos; Eleições.

        · resumo em Inglês | Francês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )