SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 número96NOVOS SABERES, NOVAS HIERARQUIAS: DISPUTAS CONTEMPORÂNEAS EM TORNO DA PROFISSÃO ACADÊMICA índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Ciências Sociais

versão On-line ISSN 1806-9053

Resumo

PRANDI, Reginaldo  e  CARNEIRO, João Luiz. EM NOME DO PAI: Justificativas do voto dos deputados federais evangélicos e não evangélicos na abertura do impeachment de Dilma Rousseff. Rev. bras. Ci. Soc. [online]. 2018, vol.33, n.96, e339603.  Epub 19-Out-2017. ISSN 1806-9053.  http://dx.doi.org/10.17666/339603/2018.

O artigo analisa as justificativas dos deputados federais ao voto a favor ou contra a abertura do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff e foca as diferenças entre os motivos apresentados pelos membros da Bancada Evangélica em comparação com os dos demais deputados da Câmara dos Deputados. A porcentagem de votos a favor do impeachment foi de 93,8% entre os evangélicos e de 67,7% entre os não evangélicos. A pesquisa procurou mostrar que outras diferenças se revelariam nas justificativas desses votos. Partindo das notas taquigráficas da sessão de votação, foram identificadas 26 diferentes classes de razões e motivos. Os autores esperam que a presente análise permita lançar alguma nova luz sobre a participação dos evangélicos na política partidária brasileira. Os dados trabalhados permitem concluir, entre outros achados, que a Bancada Evangélica votou apoiada em justificativas que se mostraram pertencentes menos ao âmbito dos valores democráticos e mais ao universo da tradição.

Palavras-chave : Votação do impeachment; Razões do voto; Impeachment da presidente Rousseff; Evangélicos na política; Bancada Evangélica.

        · resumo em Inglês | Francês     · texto em Português     · Português ( pdf )