SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 número96DOGMA FEIJOADA A INVENÇÃO DO CINEMA NEGRO BRASILEIRODEMOCRACIA E REDUÇÃO DA DESIGUALDADE ECONÔMICA NO BRASIL: A INCLUSÃO DOS OUTSIDERS índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Ciências Sociais

versão On-line ISSN 1806-9053

Resumo

REZENDE, Aurimar de Freitas. OS BENEFÍCIOS NÃO CONTRIBUTIVOS EM DINÂMICAS SOCIAIS E ECONÔMICAS LOCAIS: ESTUDO DE CASO EM PASSA TEMPO (MG). Rev. bras. Ci. Soc. [online]. 2018, vol.33, n.96, e339611.  Epub 08-Jan-2018. ISSN 1806-9053.  http://dx.doi.org/10.17666/339611/2018.

Este artigo visa discutir efeitos dos recursos do Programa Bolsa Família (PBF) e do Benefício de Prestação Continuada (BPC) em dinâmicas sociais e econômicas locais. Nesse sentido, foi realizado um estudo de caso no município de Passa Tempo, no Estado de Minas Gerais, com dois focos: as ações desenvolvidas por entidades privadas de assistência aos pobres e as práticas de consumo das famílias que recebem esses benefícios. Os resultados mostram que os recursos federais destacados têm provocado adequações na atuação de entidades assistenciais ao contribuir para a redução do volume de suas demandas; além disso, sendo direcionados aos pobres e extremamente pobres, fomentam dinâmicas associadas ao consumo de bens e serviços de natureza privada. Conclui-se que a existência dos benefícios não contributivos representa o fortalecimento da ação do Estado na perspectiva do bem-estar social. Isso gerou a reacomodação dos grupos de ação caritativa, exemplificados, no caso de Passa Tempo, pelas conferências vicentinas e pela paróquia.

Palavras-chave : Política social; Transferência de renda; Filantropia; Economia local; Pobreza.

        · resumo em Inglês | Francês     · texto em Português     · Português ( pdf )