SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 número98EMPODERAMENTO, AMIZADE E CUIDADO DE SI. Novas formas de relação de assistência à saúdeO OVO E A GALINHA. Estudo do enquadramento e da recepção da cobertura jornalística no pleito de 2014 índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Ciências Sociais

versão impressa ISSN 0102-6909versão On-line ISSN 1806-9053

Resumo

BLANCHETTE, Thaddeus Gregory  e  SILVA, Ana Paula da. A VÍTIMA DESIGNADA. Representações do tráfico de pessoas no Brasil. Rev. bras. Ci. Soc. [online]. 2018, vol.33, n.98, e339807.  Epub 26-Jul-2018. ISSN 0102-6909.  http://dx.doi.org/10.1590/339807/2018.

O presente artigo analisa as imagens do tráfico de pessoas apresentadas pelas principais campanhas do Estado brasileiro e alguns de seus aliados mais importantes da sociedade civil, buscando entender como elas representam vítimas, algozes e a situação de tráfico em si, em suas tentativas de inculcar na sociedade brasileira uma cultura de “resistência à escravidão moderna” (termo émico constantemente empregado no campo antitráfico como sinônimo de tráfico), cujo componente mais importante tem sido a denúncia anônima de “pessoas suspeitas”. Criaremos uma tipografia ideal dessas imagens, dividindo-as em cinco iconografias e comparando-as com imagens semelhantes produzidas em contextos europeus e norte-americanos. Olharemos para as mudanças e permanências que aparecem nas campanhas brasileiras dos últimos anos, e analisaremos algumas das características específicas das campanhas brasileiras. Concluiremos nosso texto com uma breve discussão sobre os possíveis resultados colaterais de campanhas que se baseiam nesses tipos de iconografia.

Palavras-chave : Tráfico de pessoas; Imagens, Brasil.

        · resumo em Inglês | Francês     · texto em Português     · Português ( pdf )