SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 número98BANCADA SINDICAL, POLÍTICA PREVIDENCIÁRIA E PROCESSO DECISÓRIO NO GOVERNO DILMAA HOMOLOGAÇÃO DA TERRA INDÍGENA RAPOSA/SERRA DO SOL E SEUS EFEITOS: UMA ANÁLISE PERFORMATIVA DAS 19 CONDICIONANTES DO STF índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Ciências Sociais

versão impressa ISSN 0102-6909versão On-line ISSN 1806-9053

Resumo

SELL, Carlos Eduardo. PODER INSTITUÍDO E POTÊNCIA SUBVERSIVA: MAX WEBER E A DUPLA FACE DA DOMINAÇÃO CARISMÁTICA. Rev. bras. Ci. Soc. [online]. 2018, vol.33, n.98, e339814.  Epub 26-Jul-2018. ISSN 0102-6909.  http://dx.doi.org/10.1590/339814/2018.

O artigo demonstra que a dominação carismática possui uma natureza bidimensional e pode ser tanto fonte de legitimidade quanto uma força de subversão da ordem política. Após revisar as fontes teológicas utilizadas por Max Weber, aponta-se que, do ponto de vista sociológico, o autor diferencia carisma puro e carisma institucionalizado. Isso permite a Weber indagar em que condições relações de poder com bases pessoais e emocionais instáveis são capazes de engendrar estruturas duradouras de dominação. No centro do seu modelo, portanto, está contida uma teoria da transformação e da institucionalização do carisma. Com esses elementos, o artigo reconstrói a teoria da revolução e a teoria da democracia plebiscitária do modelo weberiano de dominação carismática: a primeira põe relevo a dimensão da legitimidade (poder instituído), enquanto a segunda contempla o aspecto da transformação da ordem política (potência subversiva).

Palavras-chave : Max Weber; Dominação carismática; Carisma; Revolução; Democracia plebiscitária; Legitimidade.

        · resumo em Inglês | Francês     · texto em Português     · Português ( pdf )