SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 número2Desenvolvimento e aplicação de metodologia por cromatografia em camada delgada para determinação do perfil de alcalóides oxindólicos pentacíclicos nas espécies sul-americanas do gênero UncariaAnálise de óleos-resinas de copaíba: contribuição para o seu controle de qualidade índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Revista Brasileira de Farmacognosia

versão impressa ISSN 0102-695X

Resumo

MARTINS, Elisabeth Lopez de Prado  e  BRANDAO, Maria das Graças Lins. Qualidade de amostras comerciais preparadas com Aesculus hippocastanum L. (castanha-da-Índia). Rev. bras. farmacogn. [online]. 2006, vol.16, n.2, pp. 224-229. ISSN 0102-695X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-695X2006000200016.

As sementes de castanha-da-Índia (Aesculus hippocastanum L., Hippocastanaceae) são utilizadas na medicina tradicional em várias partes do mundo no tratamento de varizes. Muitos estudos, inclusive clínicos, comprovaram as atividades antiedematosa, anti-inflamatória e venotônica do extrato padronizado da planta. O componente ativo é uma mistura de saponinas, denominada aescina. Foram analisadas amostras de droga vegetal rasurada e em pó, extrato seco, cápsulas contendo pó vegetal e extrato e comprimidos de extrato de castanha-da-Índia adquiridas no mercado nacional. Verificou-se a autenticidade (caracterização organoléptica, macroscópica e microscópica), a pureza (determinação de matéria estranha, água e cinzas totais), a presença e o teor de aescina, além das condições de prescrição e dispensação desses medicamentos. As análises confirmaram a autenticidade e pureza de todas as amostras. A aescina foi detectada mas os teores foram muito variáveis, estando abaixo do especificado na bibliografia em quase todas as amostras. Apesar de ser utilizada eficazmente em outros países, a pesquisa demonstrou que os produtos disponíveis no comércio brasileiro encontram-se fora das especificações necessárias para a atividade farmacológica. Esse quadro revela a necessidade urgente de melhoria da manipulação de fitoterápicos, de forma a promover a utilização adequada desses medicamentos.

Palavras-chave : Aesculus hippocastanum; Hippocastanaceae; castanha-da-Índia; qualidade.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português