SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 número1BEvaluation of the molluscicidal and Schistosoma mansoni cercariae activity of Croton floribundus extracts and kaurenoic acidA validated capillary gas chromatography method for guaco (Mikania glomerata S.) quality control and rastreability: from plant biomass to phytomedicines índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Revista Brasileira de Farmacognosia

versión impresa ISSN 0102-695X

Resumen

DANIEL, Apparecido N. et al. Atividades antiinflamatória e antinociceptiva do eugenol em modelos experimentais em animais. Rev. bras. farmacogn. [online]. 2009, vol.19, n.1b, pp. 212-217. ISSN 0102-695X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-695X2009000200006.

Eugenia caryophyllata, popularmente conhecida como "cravo-da-índia", cresce naturalmente na Indonésia e é cultivada em várias partes do mundo, incluindo o Brasil. O cravo-da-índia é utilizado em culinária, em farmácia, perfumaria e cosméticos. O óleo essencial extraído do cravo-da-índia cujo principal componente é o eugenol tem sido utilizado em odontologia como anti-séptico e analgésico. O objetivo deste estudo foi avaliar as atividades antiinflamatória e antinociceptiva do eugenol de uso odontológico, administrado oralmente, em modelos experimentais in vivo. A atividade antiinflamatória do eugenol foi avaliada através do volume de exsudato e migração leucocitária no teste de pleurisia e do edema de pata de rato induzido pela carragenina. A atividade antinociceptiva foi avaliada através dos testes de contorções induzidas pelo ácido acético e da placa quente. O eugenol (200 e 400 mg/kg) reduziu o volume de exsudato pleural sem interferir na contagem de leucócitos totais presentes na pleura. Na dose de 200 mg/kg, o eugenol inibiu significativamente o edema de pata, 2-4 h após a injeção do agente flogístico. No teste da placa quente, a administração do eugenol (100 mg/kg) mostrou atividade significativa à reação de desconforto-tempo dependente, avaliada como a latência da resposta, inibida pela meperidina. Eugenol na doses de 50, 75 e 100 mg/kg apresentou efeito antinociceptivo significativo no teste de contorções abdominais induzidas pelo ácido acético em comparação com o grupo controle. Os dados obtidos indicam que o eugenol apresenta atividade antiinflamatória e antinociceptiva periférica.

Palabras llave : Eugenia caryophyllata; Syzygium aromaticum; Myrtaceae; atividade antiinflamatória; atividade antinociceptiva; óleo essencial; cravo-da-índia.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · pdf en Inglés