SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 número2BMorphoanatomy, histochemistry and phytochemical screening of Priva lappulacea (L.) Pers. (Verbenaceae)Antioxidant activity of Maytenus imbricata Mart., Celastraceae índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Revista Brasileira de Farmacognosia

versión impresa ISSN 0102-695X

Resumen

NUNES, Lívio César Cunha et al. Variabilidade sazonal dos constituintes da própolis vermelha e bioatividade em Artermia salina. Rev. bras. farmacogn. [online]. 2009, vol.19, n.2b, pp. 524-529. ISSN 0102-695X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-695X2009000400003.

A própolis é uma substância resinosa coletada pelas abelhas de diversas partes das plantas. Sua composição depende da época, vegetação e local de coleta. Apresenta diversas atividades biológicas como antimicrobiana, antioxidante, antitumoral, dentre outras. Foi realizado estudo da variabilidade sazonal, nos meses de fevereiro, junho e outubro de 2006, dos constituintes voláteis da própolis vermelha de Pernambuco através da extração por headspace dinâmico e identificação por cromatografia gasosa acoplada com espectrometria de massas (CG-EM). Foram identificados 34 constituintes voláteis, sendo monoterpenos e monoterpenóides, sesquiterpenos e sesquiterpenóides, fenilpropanóides, aldeídos, cetonas e η-alcanos. Os constituintes majoritários foram o trans-anetol, α-copaeno e o metil cis-isoeugenol. Também foi realizado o perfil fitoquímico por cromatografia em camada delgada (CCD), através da qual os constituintes fenólicos foram identificados como majoritários. Com o extrato bruto metanólico da própolis, realizou-se o ensaio de letalidade em Artemia salina, que demonstrou DL50 de 18,9 µg/mL, sugerindo uma possível atividade antitumoral.

Palabras llave : Própolis vermelha; constituintes voláteis; Artemia salina.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués     · pdf en Portugués