SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 issue2A críticada razão utilitária e a fundamentação ontológica das escolhas metodológicas no paradigma da dádivaCuidado metodológico: signo crucial da qualidade author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Sociedade e Estado

Print version ISSN 0102-6992

Abstract

CHATEL, Vivianne. Réconcilier activité de penser et activité de connaître. Soc. estado. [online]. 2002, vol.17, n.2, pp. 333-349. ISSN 0102-6992.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-69922002000200006.

Este artigo se propõe analisar a postura do cientista retirado na sua "Torre de Marfim" e indiferente às coisas do mundo. Baseado na observação da participação de cientistas (freqüentemente cúmplices) em diferentes processos de genocídios, o artigo tenta questionar a disjunção entre a atividade de conhecimento e a atividade de pensamento em função das fundamentações comuns de ambas atividades: observação distanciada e ruptura epistemológica. Deveria o cientista não se tornar o "guia" do mundo sem tornar-se a sua consciência, integrando na postura científica habilidades críticas como o principio da enunciação de possibilidades? Isso não deveria negar o ideal científico, mas ao contrário, deveria provar seu mérito nos laboratórios.

Keywords : observação distanciada; ruptura epistemológica; ideal científico.

        · abstract in English | French     · text in French     · pdf in French