SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 número3Atrizes da roça ou trabalhadoras rurais? O teatro e a fachada para obtenção da aposentadoria especial ruralAs faculdades de direito e o recrutamento de professores de ensino superior na Primeira República índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Sociedade e Estado

versão impressa ISSN 0102-6992versão On-line ISSN 1980-5462

Resumo

MISKOLCI, Richard  e  CAMPANA, Maximiliano. “Ideologia de gênero”: notas para a genealogia de um pânico moral contemporâneo. Soc. estado. [online]. 2017, vol.32, n.3, pp.725-748. ISSN 1980-5462.  http://dx.doi.org/10.1590/s0102-69922017.3203008.

Nos últimos anos, em diversos contextos nacionais, emergiram debates sobre o que grupos - religiosos e laicos - denominam de “ideologia de gênero”. Este artigo busca retraçar a genealogia desse termo para compreender a gramática política em que se insere. Com este objetivo, retoma textos que o definem já há 20 anos, mapeia onde ele emerge na América Latina e quando passa a ser acionado contra avanços nos direitos sexuais e reprodutivos. Demandas de direitos humanos têm sido interpretadas por empreendedores morais como ameaças à sociedade, engendrando, ao mesmo tempo, um pânico moral e um campo discursivo de ação.

Palavras-chave : ideologia de gênero; direitos sexuais e reprodutivos; política latino-americana; religião; empreendedores morais.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )