SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 número1Atividade criadora, produção de conhecimentos e formação de pesquisadores: algumas reflexõesDireitos sexuais e reprodutivos: algumas considerações para auxiliar a pensar o lugar da psicologia e sua produção teórica sobre a adolescência índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Psicologia & Sociedade

versão On-line ISSN 1807-0310

Resumo

MACHADO, Leila Domingues. O desafio ético da escrita. Psicol. Soc. [online]. 2004, vol.16, n.1, pp. 146-150. ISSN 1807-0310.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-71822004000100012.

Na maioria das vezes a escrita "científica" deixa poucos rastros das inúmeras implicações que a teceu. As dúvidas, os impasses, as noites mal dormidas, as páginas em branco na tela do computador ficam para trás compondo uma memória que se quer esquecida ou uma ferida que se quer cicatrizada ou uma espécie de diário de "erros" superados. Essa escrita é "do que"? Essa escrita é "como"? Essa escrita é "para quê"? Pode-se, podemos, posso fazer uma escrita "higiênica", uma escrita neutra e distante acerca de alguma coisa. A razão no estilo cartesiano assegura métodos de pesquisa e, por conseguinte, também de escrita assépticos e tristes. São todos aqueles textos que nossos olhos percorrem por obrigação e que pouco depois esquecemos. São textos que não nos provocam, ou agradam ou desagradam, ou nos trazem alguma idéia ou nos deixam alguma indagação. Neste texto trazemos para análise algumas dessas questões.

Palavras-chave : escrita científica; estilo cartesiano; métodos de pesquisa.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português