SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 issue2The "fascist" discourse in computer mediated communication: the "dual strategy" model of the Italian Extreme RightPsychology in human rights: possibilities of semiotic mediations author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia & Sociedade

On-line version ISSN 1807-0310

Abstract

CROCHIK, José Leon. T.W. Adorno e a psicologia social. Psicol. Soc. [online]. 2008, vol.20, n.2, pp. 297-305. ISSN 1807-0310.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-71822008000200017.

Neste ensaio, ressalta-se a importância da disciplina Psicologia Social na obra de T. W. Adorno e a concepção que formula acerca dessa disciplina. Esse autor defende que há uma nova forma de configuração dos indivíduos, expressada por atitudes e comportamentos individuais padronizados e por um ego frágil, facilmente cooptado por movimentos sociais totalitários. Tais indivíduos surgem em uma sociedade caracterizada por uma forma de dominação calcada na racionalidade administrativa e tecnológica. Para esse autor, a Psicologia Social deveria estudar esse objeto para que, com o esclarecimento produzido e difundido, os indivíduos possam resistir à adesão cega a movimentos sociais irracionais, tal como o fascismo, insistindo que a determinação desses movimentos não é individual, mas social.

Keywords : T. W. Adorno; Psicologia Social; fascismo.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese