SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 número especialPalavras e pílulas: sobre a medicamentalização do mal-estar psíquico na atualidadeViolência e poder no discurso psiquiátrico: da exclusão sistemática às subjetivações normativas índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Psicologia & Sociedade

versão impressa ISSN 0102-7182

Resumo

FLEURY, Sonia. Desigualdades injustas: o contradireito à saúde. Psicol. Soc. [online]. 2011, vol.23, n.spe, pp. 45-52. ISSN 0102-7182.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-71822011000400007.

Na Constituição Federal de 1988, foi assegurado o direito universal à Saúde e criado o Sistema Único de Saúde- SUS. Convivemos hoje com uma avançada construção legal que assegura o bem-estar da população por meio de políticas universais, ao lado de uma institucionalidade precária. O objetivo deste trabalho é analisar os dados de pesquisa realizada em hospitais públicos do Rio de Janeiro que utilizou diferentes técnicas qualitativas a fim de identificar os fatores percebidos como condicionadores de desigualdades injustas no acesso e utilização dos serviços de saúde. Os resultados apontam a precariedade material das condições de atendimento, associadas a situações de discriminação social e a práticas de uso de relações pessoais para ter acesso aos serviços públicos, como formas de materialização do contradireito à saúde.

Palavras-chave : direito à saúde; desigualdades injustas; discriminação social.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português