SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 issue1Policies and laws about gender violence - critical reflexionsPsychology and public security: invention of other machines of war author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia & Sociedade

Print version ISSN 0102-7182

Abstract

NINIS, Alessandra Bortoni  and  BILIBIO, Marco Aurélio. Homo sapiens, Homo demens e Homo degradandis: a psiquê humana e a crise ambiental. Psicol. Soc. [online]. 2012, vol.24, n.1, pp. 46-55. ISSN 0102-7182.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-71822012000100006.

Este artigo discute a crise ambiental por meio de um diálogo entre a psicanálise, filosofia e ciências sociais. Busca-se introduzir um eixo comum de compreensão das relações entre a psiquê e a natureza, a partir de um texto reflexivo sobre a natureza humana, sua complexidade e suas sociopatias. A crise socioambiental em que vivemos é tratada a partir das seguintes proposições: (i) a humanidade se distanciou da sua condição natural; (ii) a humanidade pode estar psicologicamente doente; (iii) a humanidade não está moralmente apta para delegar a superação da crise às futuras gerações, pois vivemos num simulacro que envolve consumismo e alienação. Conclui-se que há uma dimensão subjetiva na raiz da crise ambiental, de cuja análise depende a solução real do impasse civilizacional com o qual nos defrontamos.

Keywords : sustentabilidade; alienação; sociopatias; sociedade de consumo; simulacro.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese