SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 issue4Evaluation of the cardiac morphological alterations secondary to the pulmonary emphysema: experimental study in ratsPhysiologic left ventricular reconstruction: the concept of maximum ventricular reduction and minimum inflammatory reaction author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Brazilian Journal of Cardiovascular Surgery

Print version ISSN 0102-7638On-line version ISSN 1678-9741

Abstract

BRAILE, Domingo M. et al. Importância da troponina-I cardíaca nos portadores de obstrução no tronco da artéria coronária esquerda sem evento cardíaco prévio. Rev Bras Cir Cardiovasc [online]. 2004, vol.19, n.4, pp.348-352. ISSN 0102-7638.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-76382004000400004.

OBJETIVO: Avaliar a importância dos níveis séricos de troponina I-cardíaca no pré-operatório de pacientes portadores de obstrução no tronco da artéria coronária esquerda (OTCE) sem evento cardíaco prévio. MÉTODO: Foram analisados os níveis séricos da troponina I-cardíaca de 115 pacientes com doença coronariana obstrutiva, com idade variando entre 32 e 81 anos (média e desvio-padrão de 59,7±10,5 anos). Os pacientes foram divididos em dois grupos: Grupo A - 41 pacientes portadores de OTCE, variando o grau de obstrução entre 20% de perda do diâmetro e subtotal (moda de 60%); Grupo B - 74 pacientes sem OTCE. Todos os pacientes foram submetidos a cineangiocoronariografia de forma eletiva e não apresentavam infarto agudo do miocárdio prévio. O método empregado na dosagem da troponina-I cardíaca foi o da Quimioluminiscência, admitindo-se como valor normal abaixo de 0,1 nanogramas por mililitro (ng/ml). RESULTADOS: Não houve correlação entre o grau de OTCE e os níveis séricos de troponina-Ic (P= 0,4617), porém a média dos níveis séricos da troponina-I nos grupos A e B foi, respectivamente, 0,3841 ng/ml e 0,1711 ng/ml (P=0,0324); teste de Mann-Whithey; OR= 4,44 (IC95% 1,60 _ 12,31). CONCLUSÕES: Os pacientes do grupo A têm 3,44 vezes mais chance de apresentar lesão miocárdica representada por elevação de troponina I-cardíaca que o grupo B, independente do grau da OTCE. A sensibilidade para suspeita clínica de mionecrose foi relativamente baixa (31,7%), porém a especificidade foi elevada (90,5%). Destaca-se, entretanto, a importância clínica da documentação de mionecrose em uma determinada porcentagem de pacientes com lesão de tronco, sem constatação eletrocardiográfica. Assim, os pacientes com OTCE devem ser submetidos com rapidez a procedimento operatório, a fim de evitar extensão da mionecrose.

Keywords : Troponina I; Marcadores biológicos; Coronariopatia; Isquemia miocárdica; Infarto do miocárdio.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf epdf ) | Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License