SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 issue3Proportion among the segments of the normal tricuspid valve annulus: parameter for valve annuloplastyEnd stage cardiomyopathy and secondary mitral insufficiency: surgical alternative with prostesis implant and left ventricular remodelling author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular

Print version ISSN 0102-7638

Abstract

ASSAD, Renato Samy et al. Avaliação experimental de novo eletrodo para implante de marca-passo em fetos. Rev Bras Cir Cardiovasc [online]. 2006, vol.21, n.3, pp. 272-282. ISSN 0102-7638.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-76382006000300006.

OBJETIVO: O bloqueio atrioventricular total (BAVT) fetal apresenta mau prognóstico quando associado à hidropisia. O implante de marca-passo pode melhorar as chances de sobrevida fetal. Este estudo analisa as características eletrofisiológicas do novo eletrodo de marca-passo fetal, a hemodinâmica e metabolismo fetal sob freqüências cardíacas variadas. MÉTODO: O novo eletrodo (formato de "T") foi implantado no coração de cinco fetos de cabras. O débito cardíaco fetal foi medido com fluxômetro. O BAVT foi obtido por meio da crioablação do nó atrioventricular fetal. Os parâmetros eletrofisiológicos, hemodinâmica e metabolismo fetal foram analisados sob diversas freqüências cardíacas. RESULTADOS: O eletrodo fetal apresentou baixos limiares agudos, sem falhas no comando do estímulo. A curva do limiar de estimulação permaneceu relativamente constante para larguras de pulso acima de 0,5 mseg. A resistência foi de 1050,4 ± 76,6 ohms; e a onda R foi de 8,6 ± 5,6 mV. A freqüência cardíaca fetal abaixo de 60 bpm produziu baixo débito cardíaco fetal e hipotensão arterial (p<0,05). A bradicardia fetal ocasionou queda da saturação de oxigênio paralela à queda do débito cardíaco fetal, sendo mais grave abaixo de 60 bpm. CONCLUSÃO: O novo eletrodo permite um procedimento menos invasivo e uma fixação miocárdica estável, evitando-se o deslocamento do eletrodo após a recuperação da atividade fetal. Os limiares obtidos são compatíveis com uma estimulação crônica estável e segura. Este estudo sugere a freqüência cardíaca inicial de 80 bpm pós-implante, com posterior aumento gradual, o que permitirá um aumento adequado do débito cardíaco e uma situação mais adaptativa.

Keywords : Coração fetal [cirurgia]; Bloqueio cardíaco [congênito]; Bloqueio cardíaco [cirurgia]; Hidropsia fetal [cirurgia]; Marca-passo artificial.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese