SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 issue2CABG late angiographic grafting patency analysis in patients with recurrent symptomsEvaluation of ischemic postconditioning effect on mesenteric ischemia treatment: experimental study in rats author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular

Print version ISSN 0102-7638

Abstract

FURLANI, Ana Paula et al. Efeito da angiogênese terapêutica com VEGF165 sobre a função ventricular em infarto do miocárdio crônico. Rev Bras Cir Cardiovasc [online]. 2009, vol.24, n.2, pp. 143-149. ISSN 0102-7638.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-76382009000200009.

OBJETIVO: Angiogênese por terapia gênica é alternativa ainda experimental para revascularização miocárdica. Este estudo objetivou verificar a indução de angiogênese e melhora funcional miocárdica pela injeção transmural de plasmídeo contendo VEGF165 em áreas de infarto crônico do miocárdio. MÉTODOS: Em 10 cães anestesiados, por toracotomia lateral esquerda, foi induzido infarto agudo do miocárdio (IAM) por meio da ligadura do ramo diagonal principal da artéria coronária descendente anterior. Após 7 dias, realizado ecocardiograma para avaliação da fração de ejeção (FE) ventricular esquerda. Os animais foram divididos em dois grupos: Tratado (GT) e Controle (GC) e submetidos a segundo procedimento, para injeção intramiocárdica de solução contendo plasmídeo VEGF165 na concentração de 200mg/ml (GT) ou solução salina (GC), distribuída em 10 pontos da área infartada. Após 14 dias, novo ecocardiograma, sacrifício dos animais e retirada do coração para estudo histológico. RESULTADOS: Houve tendência à manutenção da FE no GT e de queda da FE no GC, conforme os valores: FE ao ecocardiograma pós-IAM inicial: GC 59,33 + 4,6% e GT 52,45 + 15,1% (P=0,359). FE após 14 dias: GC 39,37 + 19,43% e GT 48,53 + 11,74% (P=0,394). Comparação intra-grupo: Variação negativa da FEVE GC: 59,37 + 4% para 39,37 + 19,43% (P=0,04) e manutenção GT: 52,45 + 15,1% para 48,53 + 11,74% (P=0,59). No GT observou-se aumento do número de vasos capilares, mais intenso nas regiões injetadas, porém presente em todo miocárdio. Paradoxalmente, no GT houve redução do número de arteríolas. CONCLUSÃO: A injeção transmural de plasmídeo VEGF165 resultou em tendência para atenuar a perda de contratilidade consequente ao dano miocárdico, na fase crônica do IAM. O exame histológico da rede vascular, entretanto, não explica completamente os eventos funcionais.

Keywords : Agentes indutores da angiogênese; Infarto do miocárdio; Experimentação animal; Isquemia miocárdica; Terapia de genes.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English