SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 issue1The 2000 Bernstein-Parsonnet score and EuroSCORE are similar in predicting mortality at the Heart Institute, USPNitrite exhaled breath condensate study in patients undergoing cardiopulmonary bypass cardiac surgery author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular

Print version ISSN 0102-7638

Abstract

YUAN, Shi-Min; JING, Hua  and  LAVEE, Jacob. As implicações de enzimas séricas e atividades de coagulação em ruptura cardíaca pós-infarto do miocárdio. Rev Bras Cir Cardiovasc [online]. 2011, vol.26, n.1, pp. 7-14. ISSN 0102-7638.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-76382011000100005.

OBJETIVO: As associações entre doenças cardiovasculares e enzimas sorológicas ou atividades de coagulação foram amplamente documentadas em pacientes com infarto do miocárdio. No entanto, as alterações destes biomarcadores em pacientes com ruptura cardíaca após infarto do miocárdio foram raramente relatadas. O objetivo deste estudo é apresentar o perfil dos biomarcadores em pacientes com ruptura cardíaca após infarto do miocárdio. MÉTODOS: De 2004 a 2008, 19 pacientes consecutivos foram referidos a este hospital para correção cirúrgica de ruptura cardíaca após infarto do miocárdio. Oito (42,1%) pacientes tiveram ruptura livre de parede, cinco (26,3%) ruptura de músculo papilar, cinco (26,3%) ruptura do septo interventricular e um (5,3%) ruptura dupla de estruturas, envolvendo tanto septo ventricular como parede livre. Treze pacientes sobreviveram à operação e seis faleceram. Amostras sanguíneas foram coletadas e analisadas para mensuração de enzimas sorológicas e atividade de coagulação. RESULTADOS: Os marcadores de coagulação e enzimas com exceção de fibrinogênio aumentaram significativamente depois do desenvolvimento da ruptura do miocárdio. Diferenças estatísticas foram achadas entre não-sobreviventes e sobreviventes em relação a concentração de dímeros-D, tempo de trombina, pico de lactato desidrogenase, creatinoquinase máximo e fração MB da creatinoquinase. Os valores de troponina I foram elevados significativamente durante os primeiros dias depois do infarto ou do reparo cirúrgico da ruptura do miocárdio. A análise de regressão multivariada não mostrou qualquer relação significativa entre fração MB da creatinoquinase e dímeros-D nem fibrinogênio. CONCLUSÕES: A ruptura do miocárdio induz importante elevação de marcadores enzimáticos e de atividade de coagulação, exceto fibrinogênio. As diferenças nestes biomarcadores entre não-sobreviventes e sobreviventes podem ser de grande ajuda no diagnóstico e nas decisões de tratamento, assim como na avaliação do prognóstico clínico de tais pacientes.

Keywords : Fatores de Coagulação Sanguínea; Procedimentos Cirúrgicos Cardíacos; Enzimas; Ruptura Cardíaca Pós-Infarto; Infarto do Miocárdio.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English