SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 número4The renewed concept of the Batista operation for ischemic cardiomyopathy: maximum ventricular reductionLate outcomes of mitral repair in rheumatic patients índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular

versión impresa ISSN 0102-7638

Resumen

SA, Michel Pompeu Barros de Oliveira et al. Preditores de transfusão de concentrado de hemácias em cirurgia de revascularização miocárdica. Rev Bras Cir Cardiovasc [online]. 2011, vol.26, n.4, pp. 552-558. ISSN 0102-7638.  http://dx.doi.org/10.5935/1678-9741.20110044.

OBJETIVOS: Encontrar preditores de hemotransfusão pode facilitar a abordagem mais eficiente para utilização de serviços de banco de sangue em CRM. O objetivo deste estudo é identificar as características dos pacientes pré- e intraoperatórios que predizem necessidade de hemotransfusão durante ou após a revascularização miocárdica. MÉTODOS: 435 pacientes submetidos à CRM isolada pela primeira vez, foram revisados para suas variáveis pré e intra-operatórias e analisados os dados pós-operatórios. Foram 255 homens e 180 mulheres, com idade média 62,01 ± 10,13 anos. Análise de regressão logística foi utilizada para identificar os preditores perioperatórios de hemotransfusão. RESULTADOS: A hemotransfusão foi executada em 263 pacientes (60,5%). O número médio de unidades de hemoderivados por paciente foi de 2,27 ± 3,07 (0-23) unidades. O número total de unidades de hemoderivados foi de 983. A análise univariada identificou idade> 65 anos, peso <70 kg, IMC <25 kg/m2, hemoglobina < 13 mg/dl, hematócrito < 40% e fração de ejeção <50%, uso de circulação extracorpórea (CEC), não usar a artéria torácica interna como bypass, e múltiplos bypasses como preditores significativos. Os preditores mais fortes por meio de análise multivariada foram hematócrito < 40% (OR 2,58; IC 1,62-4,15; P<0,001), o uso da CEC (OR 2,00; IC 1,27-3,17; P=0,003) e múltiplos bypasses (OR 2,31; IC 1,31-4,08; P=0,036). CONCLUSÕES: A identificação desses fatores de risco leva a uma melhor identificação de pacientes com uma probabilidade maior de usar sangue, melhor alocação dos recursos do banco de sangue e o uso custo-efetivo dos hemoderivados.

Palabras llave : Transfusão de Sangue; Ponte de Artéria Coronária; Células Sanguíneas.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · pdf en Inglés