SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 issue1Family configuration and adolescents’ psychological well-beingOnce upon a time ... a villain called mathematics: an intercultural study of the relative difficulty attributed to mathematics author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia: Reflexão e Crítica

Print version ISSN 0102-7972

Abstract

PARENTE, Maria Alice de Mattos Pimenta; CAPUANO, Andréa  and  NESPOULOUS, Jean-Luc. Ativação de modelos mentais no recontar de histórias por idosos. Psicol. Reflex. Crit. [online]. 1999, vol.12, n.1, pp. 157-172. ISSN 0102-7972.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79721999000100011.

Recontar histórias é uma atividade complexa que envolve recursos da memória de curta duração (MCD) e da memória episódica (ME). Estratégias direcionadas a objetivos e intenções particulares diminuem a sobrecarga da MCD e ativam a ME. Com o objetivo de estudar a influência do envelhecimento nestes mecanismos, estudamos o relato de uma história por dois grupos de adultos: 17 com 30 a 55 anos e 14 com mais de 60 anos. Os adultos mais jovens lembraram mais proposições do que os idosos, mas ambos grupos relembraram melhor as macroestruturas do que as microestruturas e não foi encontrada diferença no número de inferências, interferências e reconstruções. Entretanto, uma análise de ênfases dados à história, mostrou que jovens preferem relatar a seqüência de ações e idosos, encadeam os fatos de forma subjetiva, sugerindo que, devido à uma redução da memória de trabalho, utilizam-se mais das estratégias que recorrem às informações armazenadas na memória episódica, deixando transparecer suas representações mentais.

Keywords : Envelhecimento; processamento de textos; memória modelos mentais e psicolingüística.

        · abstract in English     · text in Portuguese