SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 issue3The academic institution and the legitimation of the scientific vocation of psychoanalysisVersions of the superego and perversion author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia: Reflexão e Crítica

Print version ISSN 0102-7972

Abstract

HERZOG, Regina. Tyché e Aion no pensamento freudiano. Psicol. Reflex. Crit. [online]. 1999, vol.12, n.3, pp. 00-00. ISSN 0102-7972.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79721999000300010.

Este trabalho tem por objetivo tematizar a questão do acaso na psicanálise levando em consideração que Freud utiliza esta noção ao longo de sua elaboração. Apesar de Freud empregar, em seu texto, apenas a palavra Tyché, para designar o acaso, consideramos ser possível depreender uma outra acepção do acaso que se refere a noção de Aion. A nosso ver esta noção vai ser entendida, num primeiro momento, como algo da ordem acidental (Tyché) fundamentando a questão do funcionamento do aparato psíquico e, num segundo momento, vai remeter à idéia de Aion uma vez que passa a ser problematizada a questão de um para além do aparato psíquico.

Keywords : Acaso; determinação psíquica; intensidade pulsional.

        · abstract in English     · text in Portuguese