SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 issue3Elements for a metapsychology of analytical interpretation author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia: Reflexão e Crítica

Print version ISSN 0102-7972

Abstract

FLEIG, Mario. Metapsicologia do sujeito moderno. Psicol. Reflex. Crit. [online]. 1999, vol.12, n.3, pp. 00-00. ISSN 0102-7972.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79721999000300014.

Partindo do procedimento de comparação e oposição entre modelos culturais, método de investigação da antropologia cultural, examinamos os princípios organizadores da pré-modernidade e modernidade e seus efeitos no laço social na modernidade. Dos impasses daí resultantes, podemos situar tanto os sintomas sociais quanto as dificuldades subjetivas. A partir dessa psicopatologia podemos delimitar a clínica psicanalítica, criada por Freud, que pressupõe o sujeito moderno inaugurado por Descartes e que coexiste com clínicas diversas. Tal delimitação implica definir os limites extremos do sujeito moderno, seus ideais e imperativos próprios. É isso que caracteriza a metapsicologia do sujeito moderno, submetido ao imperativo de sair de casa (abandonar a tradição que o funda), referir-se dentro de um tempo e espaço sem centro fixo e submetido ao comando dos objetos. O aparelho psíquico se estrutura a partir do material que a cultura coloca à disposição do sujeito, de tal modo que o inconscientizado singular não se articula fora do social.

Keywords : Metapsicologia; sujeito moderno; inconsciente.

        · abstract in English     · text in Portuguese