SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 issue2The enaction point of view of cognitive developmentDevelopment and social-cultural context: the genesis of mediated activity in initial mother infant interactions author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia: Reflexão e Crítica

Print version ISSN 0102-7972

Abstract

BUSSAB, Vera Silvia Raad. Fatores hereditários e ambientais no desenvolvimento: a adoção de uma perspectiva interacionista. Psicol. Reflex. Crit. [online]. 2000, vol.13, n.2, pp. 233-243. ISSN 0102-7972.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79722000000200004.

Serão examinadas evidências de controle genético sobre o comportamento humano, através de análises ontogenéticas, filogenéticas e comparativas. A complexidade dos efeitos dos genes tem implicações conceituais e metodológicas para estudos de desenvolvimento. O controle genético não exclui os efeitos da experiência, podendo exercer papel regulador ou de potenciação ao produzir sensibilidade diferencial aos estímulos, tendências motivacionais específicas, períodos sensíveis e pré-organização de processos de aprendizagem. Os estudos de gêmeos têm mostrado a influência dos genes sobre interesses, traços de personalidade, atitudes e psicopatologias. Numa perspectiva interacionista mais abrangente, dever-se-ia considerar: o ambiente evolucionário natural do homem em contraste com o contemporâneo; o valor adaptativo dos traços psicológicos no ambiente natural, o que modifica a concepção de ajustamento e de psicopatologia; a ligação entre fatores causais e funcionais; assim como intensificar estudos comparativos. Implicações conceituais e metodológicas da adoção de uma abordagem evolucionária em estudos de desenvolvimento de apego serão apresentadas.

Keywords : Perspectiva interacionista; psicoetologia; desenvolvimento; controle genético; apego.

        · abstract in English     · text in Portuguese