SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 issue2A theorectical-methodological perspective for the analysis of humam development and the research processThe sociocultural and historical context of developmental studies author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia: Reflexão e Crítica

Print version ISSN 0102-7972

Abstract

MORO, Maria Lucia Faria. A epistemologia genética e a interação social de crianças. Psicol. Reflex. Crit. [online]. 2000, vol.13, n.2, pp. 295-310. ISSN 0102-7972.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79722000000200009.

O artigo apresenta um estudo de caso sobre as relações da interação social de crianças com suas construções cognitivas individuais de aprendizagem da adição/subtração, segundo proposições da epistemologia genética. Os resultados vêm da análise qualitativa microgenética da seqüência completa, gravada em vídeo, dos eventos referentes às inter-relações: a) das estratégias cognitivas expressas por três meninos que, juntos, resolveram tarefas relativas ao conteúdo aritmético citado; b) daquelas estratégias com as intervenções do adulto. Os sujeitos (idades de 7,4; 8,6; e 9,1) eram alunos de primeira série de uma escola pública. Os resultados apoiam parcialmente hipóteses sobre um modelo cíclico complexo de inter-relações das realizações dos parceiros e destas com as intervenções do adulto. O modelo piagetiano da equilibração explica a complexidade das interações sociais discutidas, em suas relações necessárias mas não suficientes com as construções cognitivas individuais.

Keywords : Processo de equilibração; interações sociais de crianças; aprendizagem em pequenos grupos.

        · abstract in English     · text in Portuguese