SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 issue1Constructionist's contributions for the study of group workBody perception, fear of death, religion and organ donation author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia: Reflexão e Crítica

Print version ISSN 0102-7972

Abstract

ENGELMANN, Arno. O meu-mundo e o resto-do-mundo. Psicol. Reflex. Crit. [online]. 2001, vol.14, n.1, pp. 211-223. ISSN 0102-7972.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79722001000100018.

O presente artigo baseia-se na importante diferenciação entre meu-mundo e resto-do-mundo, ao contrário da simples constatação de um só Mundo ou Universo. Meu-mundo é o único ponto de partida de cada pessoa, inclusive dos investigadores científicos. Apresenta a duração de três segundos em média. Tudo que sobra é algo a ser inferido e constitui o resto-do-mundo para essa pessoa. Usando uma hipótese básica, a semelhança dos resto-s-do-mundo das diversas pessoas acham-se unidos em um só Universo. Contudo, a base biológica das pessoas age de tal maneira que a diferenciação acima mencionada é ignorada. Um produto dessa ignorância é o fato de a maioria dos pensadores da ciência cognitiva falarem em uma única consciência, quando é indispensável o contraste entre a minha consciência, que é essencialmente a mesma coisa que meu-mundo, e as consciências dos outros, partes minúsculas do resto-do-mundo. Além disso, a primeira consciência é de caráter filosófico e as segundas, de caráter científico.

Keywords : Consciência; universo; mundo; evolução.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese