SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 issue1Constructionist's contributions for the study of group workBody perception, fear of death, religion and organ donation author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Psicologia: Reflexão e Crítica

Print version ISSN 0102-7972On-line version ISSN 1678-7153

Abstract

ENGELMANN, Arno. O meu-mundo e o resto-do-mundo. Psicol. Reflex. Crit. [online]. 2001, vol.14, n.1, pp.211-223. ISSN 0102-7972.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79722001000100018.

O presente artigo baseia-se na importante diferenciação entre meu-mundo e resto-do-mundo, ao contrário da simples constatação de um só Mundo ou Universo. Meu-mundo é o único ponto de partida de cada pessoa, inclusive dos investigadores científicos. Apresenta a duração de três segundos em média. Tudo que sobra é algo a ser inferido e constitui o resto-do-mundo para essa pessoa. Usando uma hipótese básica, a semelhança dos resto-s-do-mundo das diversas pessoas acham-se unidos em um só Universo. Contudo, a base biológica das pessoas age de tal maneira que a diferenciação acima mencionada é ignorada. Um produto dessa ignorância é o fato de a maioria dos pensadores da ciência cognitiva falarem em uma única consciência, quando é indispensável o contraste entre a minha consciência, que é essencialmente a mesma coisa que meu-mundo, e as consciências dos outros, partes minúsculas do resto-do-mundo. Além disso, a primeira consciência é de caráter filosófico e as segundas, de caráter científico.

Keywords : Consciência; universo; mundo; evolução.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License