SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 issue1My-world and the rest-of-the-worldThree epistemological obstacles to the recognizing of subjectivity in clinical psychology author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia: Reflexão e Crítica

Print version ISSN 0102-7972

Abstract

BENDASSOLLI, Pedro Fernando. Percepção do corpo, medo da morte, religião e doação de órgãos. Psicol. Reflex. Crit. [online]. 2001, vol.14, n.1, pp. 225-240. ISSN 0102-7972.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79722001000100019.

O objetivo desta pesquisa foi o de levantar as principais razões que levam estudantes universitários a doarem seus órgãos para transplante e as relações entre a doação de órgãos, o medo da morte e a religião dos participantes. Para tanto, foram realizados três estudos interdependentes, os quais somaram a participação de 192 estudantes de uma universidade pública do Estado de São Paulo. Os resultados obtidos nestes estudos sugerem, como sendo as principais razões para a doação: desejo de continuar a vida do outro; reaproveitamento dos órgãos; dar qualidade de vida aos que necessitam de um transplante; inutilidade do corpo após a morte. Quanto à não doação, as principais razões foram: crítica à lei dos transplantes; crítica ao sistema de saúde brasileiro; razões bioéticas, tais como receio de morte premeditada e contrabando de órgãos. Nestes estudos não foi encontrada relação significativa entre religião e doação de órgãos, mas foi encontrada entre o medo da morte e a não doação.

Keywords : Doação de órgãos; transplantes; imagem corporal; morte; religião.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese