SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 issue3Implications of physical chronic disease in childhood to family relationships: some theoretical questionsHealth care, work, and the processes of subjectivization in schools author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia: Reflexão e Crítica

Print version ISSN 0102-7972

Abstract

COSTA, Eveline Vieira  and  LYRA, Maria C.D.P.. Como a mente se torna social para Barbara Rogoff? A questão da centralidade do sujeito. Psicol. Reflex. Crit. [online]. 2002, vol.15, n.3, pp. 637-647. ISSN 0102-7972.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79722002000300017.

Partindo de uma perspectiva sociocultural que fundamenta uma Psicologia Cultural na qual a mente é concebida como social desde o nascimento, este trabalho procura resgatar a autonomia do sujeito inserido na atividade sociocultural. Visando tal objetivo, elabora uma síntese entre a unidade de análise proposta por Barbara Rogoff (que inclui os sujeitos, as relações intersubjetivas e a comunidade/instituição na qual as atividades socioculturais têm lugar) e a perspectiva de Jaan Valsiner acerca da autonomia de um sujeito semiótico. São analisadas as contribuições de Rogoff, particularmente os conceitos de participação guiada e apropriação participatória, e as idéias de Valsiner acerca da separação inclusiva e do ato criativo do sujeito em um tempo irreversível. A síntese proposta delineia um sujeito imerso na atividade sociocultural, mas capaz de pensar sobre ela, mudá-la e aprimorá-la, resgatado, assim, em sua autonomia através da sua característica de sujeito semiótico.

Keywords : Perspectiva sociocultural; psicologia cultural; atividade sociocultural; autonomia do sujeito.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese