SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 issue1Effects of differential observing responses on the learning of conditional relations with complex stimuliA study of prejudice from a social representation perspective: analysis of the influence of a justifying discourse on racial prejudice discrimination author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia: Reflexão e Crítica

Print version ISSN 0102-7972

Abstract

LOPES, Carlos Eduardo  and  ABIB, José Antônio Damásio. O Behaviorismo Radical como filosofia da mente. Psicol. Reflex. Crit. [online]. 2003, vol.16, n.1, pp. 85-94. ISSN 0102-7972.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79722003000100009.

O Behaviorismo Radical de B. F. Skinner é constantemente acusado de eliminar a mente de sua explicação do comportamento humano. Uma análise do livro The Concept of Mind, de Gilbert Ryle, sugere a possibilidade de defender a existência de uma mente relacional, diferente da categoria de existência da mente defendida em interpretações cartesianas (mente substancial). A análise de alguns textos de Skinner sugere que o conceito de uma mente relacional também pode ser defendido no Behaviorismo Radical. Esse fato, culminaria na possibilidade de que, além de filosofia da Ciência do Comportamento, o Behaviorismo Radical, também pode ser uma filosofia da mente, o que traria conseqüências ao estudo e à aplicação da Análise do Comportamento.

Keywords : Behaviorismo Radical; categorias de existência; mente relacional; filosofia da mente.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese