SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 issue1Value correlates of ambivalent sexism author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia: Reflexão e Crítica

Print version ISSN 0102-7972

Abstract

BIAGGIO, Angela; VIKAN, Arne  and  CAMINO, Cleonice. Orientação social, papel sexual e julgamento moral: uma comparação entre duas amostras brasileiras e uma norueguesa. Psicol. Reflex. Crit. [online]. 2005, vol.18, n.1, pp. 1-6. ISSN 0102-7972.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79722005000100002.

Sessenta estudantes universitários (30 homens e 30 mulheres), de João Pessoa, e 60 estudantes de Porto Alegre, igualmente distribuídos, foram comparados a uma amostra semelhante da Noruega - 120 estudantes universitários (60 homens e 60 mulheres). Exceto por uma aparente diferença na orientação cultural entre as mulheres brasileiras, comparações através do teste de moralidade de justiça de Gibbs, do teste ECI da ética do cuidado, do inventário de papéis sexuais de Bem, e do teste de orientação cultural de Triandis mostraram que todas as diferenças foram entre a amostra da Noruega e as amostras do Brasil como um bloco. Os brasileiros estabeleceram uma diferenciação em relação aos papéis sexuais que não foi feita pelos noruegueses, e obtiveram escores mais altos na orientação cultural para o coletivismo. Os noruegueses mostraram mais altos escores no ECI, o que pode ser decorrente de um viés cultural no teste. Não houve diferenças, entre o Brasil e a Noruega, nem na orientação cultural para o individualismo, nem no teste de Gibbs. De uma forma geral, os homens obtiveram escores mais altos na medida do individualismo total e as mulheres no coletivismo vertical. As mulheres de João Pessoa obtiveram escores mais hedonísticos e individualistas do que as mulheres de Porto Alegre, que obtiveram escores mais tradicionais.

Keywords : Orientação social; papel sexual; julgamento moral; estudo comparativo.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese