SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 issue1Social orientation, sexual role, and moral judgment: a comparison of two brazilian and one norwegian sampleA study about the integration of the analysis levels of the value systems author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia: Reflexão e Crítica

Print version ISSN 0102-7972

Abstract

BELO, Raquel Pereira; GOUVEIA, Valdiney V.; RAYMUNDO, Jorge da Silva  and  MARQUES, Célia Maria Cruz. Correlatos valorativos do sexismo ambivalente. Psicol. Reflex. Crit. [online]. 2005, vol.18, n.1, pp. 7-15. ISSN 0102-7972.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79722005000100003.

O presente estudo teve como objetivo principal conhecer em que medida os valores humanos se correlacionam com o sexismo ambivalente e suas dimensões hostil e benévola. Participaram 301 pessoas da população geral de João Pessoa, provenientes de diferentes classes sociais. Suas idades variaram de 18 a 72 anos (m=29,5; dp=11,58), sendo a maioria do sexo feminino (54,2%), católica (56,8%), solteira (53,2%) e com curso superior (53,5%). Estas responderam o Inventário de Sexismo Ambivalente e o Questionário dos Valores Básicos, além de uma lista com 5 perguntas sócio-demográficas. Os resultados podem ser sumarizados como segue: 1) as duas dimensões do sexismo (benévolo e hostil) se mostraram diretamente correlacionadas entre si; 2) os homens mostraram maior pontuação em sexismo hostil do que as mulheres, embora não diferenciassem em termos do sexismo benévolo; 3) os participantes com pouco estudo, com uma religião definida (católica ou protestante) e de classe social baixa se mostraram mais sexistas; e, finalmente, 4) aqueles com maior pontuação nos valores normativos (obediência, religiosidade) apresentaram maior índice de sexismo, enquanto que os que o fizeram nos valores suprapessoais (beleza e conhecimento) obtiveram as menores pontuações nesta forma de expressão do preconceito. Estes resultados corroboram a concepção de que pensamentos, crenças e comportamentos conservadores tendem a promover o sexismo, ao passo que as pessoas orientadas ao universalismo, que são autodirigidas e não se prendem a preceitos específicos, tendem a ser menos sexistas.

Keywords : Sexismo hostil; sexismo benévolo; valores humanos.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese